#SalvemosDoñana

Assine o Manifesto

Doñana é um dos locáis mais especiais e singulares do mundo. A catalogação deste espaço natural como Património da Humanidade y todas as distinções outorgadas pelas instituições internacionais, fazem dele uma joia natural única no mundo.

Doñana é um elemento essencial da nossa história e leva-nos a lembrar que temos de coexistir com a Natureza partindo do respeito pela diversidade biológica como princípio. É um espaço que conforma um símbolo vivo da nossa identidade coletiva e é por isso que temos de conservá-lo mesmo do que estamos a conservar monumentos como a Mezquita em Córdoba, a Alhambra em Granada ou a Giralda em Sevilla.

A área de Doñana, 128.000 hectares, as extraordinárias qualidades deste território e as multíplices classificações de proteção que possue não o tornam livre de riscos e ameaças.

O que se acontece hoje é que Doñana está mais ameaçado do que esteve em nenhum tempo anterior devido a uma atividade incompatível com a natureza deste espaço e com as leis e normas vigentes. Há trinta anos que a multinacional Gas Natural Fenosa extrai gás perto deste Parque Natural e acontece que essa empresa agora tenta de mudar o sobsolo de Doñana para um enorme armazém permanente de gás. Nós temos de evitá-lo.

A empresa já começou trabalhar na primeira fase deste bárbaro projeto perto ao Parque e ninguém opôs-se nem ninguém apelou para a defensa do nosso património natural. Temos possibilidades de pôr fin ao projeto da empresa Gas Natural, porém é necessária a existência de vontade política. Todos nós conhecemos o motivo pelo qual não existe essa vontade, chamam-se “portas rotatórias” e extorso, os quais acabaram com as vontades que puderam existir.

Duma parte, os Relatórios de Impacto Ambiental do projeto Marismas infringem as leis da União Europeia e doutra, prevaleceram as trapaças legais no percurso da autorização dele, e tudo isto com o alvo de manter ocultos os verdadeiros efeitos do projeto em Doñana e no ambiente deste espaço protegido.

Graças a isso, não foi feita mas tem de ser feita uma avaliação global dos efeitos sinergéticos e somados do projeto Marismas em conjunto, até hoje somente foram feitas avaliações separadas das quatro partes nas que foi dividido o grande projeto. Isso supõe uma ameaça porque nao tem sido feito a análise dos efeitos do projeto em elementos tao essenciais como a água, que serve para as pessoas bebermos e serve também para regar e nutrir os ecossistemas deste nosso belo enclave.

Nós já conhecemos os perigos dos projetos desenvolvidos sem fazer uma prévia avaliação correta dos riscos, e segundo as técnicas empregadas para injectar gás no chao, podem mostrar-se duma maneira inesperada e perigosa. Iso foi o que se aconteceu com o prejeto Castor em Tarragona, cujo saldo a favor consistuiu em mais de quinhentos tremores de terra y um custo de 1.350 milhões de euros que os espahóis y as espanholas tivemos de pagarmos à companhia promotora em conceito de indemnização. É possível que ocorra em Doñana essa mesma situação no caso de o projeto de Gas Natural ser executado.

A atividade de extração e armazenamento de Gas Natural nesta área não é compatível com o desenvolvimento sustentável em Doñana e no ambiente deste espaço. Essa atividade poê em perigo o esforço dos cidadãos, que têm trabalhado muitos anos para combinar convenientemente a atividade económica e o modo de viver com a conservação de Doñana. Não tinha sido justo continuar a executar o projeto de Gas Natural.

Convém que não permitamos os fundos públicos europeios investidos na conservação e no desenvolvimento sustentável de Doñana ser malbaratados. Também não convém manter o atual modelo económico, antiquado, gerador de muita contaminação e poucos empregos e precários, depredador do nosso património natural e da nossa identidade para fazer favor às grandes empresas.

Esta atividade é inviável em Doñana e no ambente deste espaço onde há beleza natural junto com enclaves de imenso valor histórico, cultural ou religioso, como por exemplo o eremitério da Virgen del Rocío, o Palácio de Doñana, o Palácio de Marismillas ou o Palácio del Acebrón, e habitam espécies protegidas tão importantes como o lince-ibérico e a águia-imperial.

Contudo, já começou a execução do projeto e é por isso necessário que seja feita uma ação contundente e rápida na que participarem todos os coletivos, associações, bandos políticos, instituições e pessoas individuais que têm em comum a luta pela defensa do presente y do futuro de Doñana.

Por tudo o dito, constitui-se a Plataforma Salvemos Doñana à qual você fica convidado, vocês ficam convidados somar-se para conseguirmos juntamente Gas Natural não dispor do sobsolo de Doñana e reclamar às instituições e aos representantes trabalhar na defensa da nossa joia natural para nós hoje e pelas futuras gerações. Doñana não pode-se taxar e também não pode-se negociar.

As administrações públicas têm de proteger o património, e os cidadãos temos a responsabilidade de defendê-lo, é pos isso que as pessoas e organizações assinantes:

  1. 1. Exigimos ao Goberno da Junta de Andalucía que atue com urgência segundo as competências a ele atribuídas, por todos os meios legais e jurídicos necessários para parar o projeto Marismas Occidental.
  2. 2. Exigimos ao Goberno Central respeito por “o princípio da precaucão” aplicado nos países membro da União Europeia e que paralise imediatamente os trabalhos deste projeto de gás cujos riscos ambientais não foram avaliados corretamente e cujas consequências vamos sofrer todos e todas nós.
  3. 3. Exigimos a Goberno Central que promova o desenvolvimento sustentável da Comarca de Doñana e ratifique o Acordo de Paris no âmbito do clima pela defensa do bem-estar e da qualidade de vida dos cidadãos.
  4. 4. Assinamos com o compromisso de informar aos cidadãos e cidadãs sobre os valores e a riqueza de Doñana para todos juntos podermos garantir a sua conservacão e nunca mais seja riscado o nosso património natural.
  5. 5. Assinamos com o compromisso de trabalhar junto com todos os setores económicos e as comunidades no âmbito local (setor produtivo e setor comercial, organizações sociais, etc) para tornar Doñana aos olhos do mundo inteiro um exemplar em riqueza natural, em qualidade de vida e em desenvolvimento sustentável.

É hora de Salvarmos Doñana.

El logotipo es obra de Angy Peralbo

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR